Pesquisa aponta como a mulher brasileira lida com a beleza

*Notícia de: Portal Beauty Fair

O instituto Data Popular, especializado em entendimento dos consumidores das classes C/D/E escutou 15 mil mulheres de todas as classes sociais, do Brasil inteiro, no primeiro trimestre deste ano, para entender melhor como elas enxergam e se relacionam com a beleza. O resultado é o estudo Mais Feminino – A beleza da mulher brasileira.

O Brasil é hoje, o lar de 98,6 milhões de mulheres. Juntas, elas devem movimentar R$ 738 bilhões ao ano, e naturalmente, destinar fatia importante desse montante aos negócios relacionados aos cuidados com a sua beleza. Dos R$ 53,5 bilhões estimados pelo instituto em gastos com cuidados pessoais e da beleza, as mulheres devem alavancar a maior parte.

De acordo com o estudo, a mulher brasileira aprendeu a valorizar suas curvas e encontrar a sua real beleza dentro dos padrões nacionais. O corpo moldado com mais curvas, e um pouco mais de “carne”, mas sem exageros, é apontado como o ideal para quase 60% das mulheres. Um corpo com o padrão de beleza das passarelas, bem magro e retilíneo, foi indicado como “gostaria de ter” por apenas 8,4% das entrevistadas.

No que diz respeito aos cabelos, as preferências são um pouco mais equilibradas. Os cabelos lisos, compridos e com volume, são considerados os mais bonitos por 39,7% e o mais sensual por 38,6% das entrevistadas. Em segundo lugar, os cabelos cacheados e compridos, com 31,7% das entrevistadas o consideram o mais bonito e 32,4 o mais sensual dos tipos de cabelo. Em terceiro lugar, os lisos escorridos e compridos, com 21,1% das indicações como o tipo mais bonito e 20% como o mais sensual.

Mas, a pesquisa mostra também, que quando isoladas as preferências apenas das mulheres negras, o resultado se inverte. 46,5% têm os cabelos cacheados como o mais bonito, colocando os lisos, compridos e com volume em segundo lugar, com 29,5% das preferências. Entre as mulheres não negras, 46,7% preferem os cabelos compridos, lisos e com volumes; seguido por 24,1% que escolheram os cabelos lisos escorridos e compridos.

As mulheres, na média, gastam mais com produtos de beleza do que roupas e sapatos. Cinco em cada dez mulheres brasileiras dão mais importância aos produtos de beleza hoje do que no passado. Quando perguntadas sobre sapatos, a proporção é um pouco menor: cerca de quatro em cada dez. Em relação ao vestuário, apenas três em cada dez.

Ao menos nas entrevistas, os atributos da escolha pendem mais para o lado da qualidade do que o preço. 63,7% delas dizem dar mais atenção à qualidade do que ao preço na hora de comprar seus produtos de beleza. E 18,5% afirmam levar em conta apenas a qualidade. A frequência de compra também é alta. 70% da base entrevistada admite comprar produtos de beleza ao menos duas vezes por mês.

Na hora de escolher as marcas, a influência da indicação de parentes e amigos é levada em conta por 68% das entrevistadas. Essa influência também acontece em relação a indicação das lojas (não necessariamente lojas especializadas em beleza), com 50% das mulheres dizendo serem influenciadas na escolha do ponto de venda por indicações de pessoas próximas.

Comente

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s