Gravidez e trabalho: dá para conciliar?

Muitas mulheres, quando surpreendidas pela maternidade, se preocupam com o efeito que isso vai causar na carreira profissional. Um dos momentos mais conflitantes é o de como contar sobre a gravidez, principalmente para o chefe. Algumas preferem comunicar passados os três meses de gestação, quando o risco de aborto espontâneo diminui. Mas em alguns casos é importante comunicar bem no início.

Gravidez não é motivo para faltas

Tudo depende do seu estado geral de saúde. Se a gestação for tranquila e não apresentar problemas, nada impede que a mulher continue trabalhando normalmente. Vale reforçar: avise ao seu chefe. Diga também quando você pretende sair de licença-maternidade para dividir as suas tarefas entre os outros profissionais, se for o caso.

Gravidez não é motivo para faltas constantes no trabalho. Mantenha seu profissionalismo e, caso precise de alguma folga para exames, avise antes e procure compensar esse dia trabalhando em casa, por exemplo. Se for o caso, peça uma ajudinha para suas amigas do trabalho, até porque você não é nenhuma Mulher Maravilha com superpoderes.

Cuidado com o esforço no trabalho

Se você tem uma carga horária pesada com atividades que requerem esforço físico, é melhor já comunicar aos chefes para flexibilizar ou remanejar certas atividades. O estresse também pode ser algo prejudicial ao bebê. O importante é evitar os excessos sem deixar de lado a produtividade. Lembre-se: gravidez não é impedimento para um trabalho eficiente e tampouco motivo para demissão de emprego.

Alongue-se todos os dias

Pausas e pequenos intervalos ajudam a manter a saúde em dia. Procure se alongar de hora em hora, e dar uma caminhada se você trabalha sentada. Se o trabalho for de pé, faça o inverso. Se usar bastante o computador, use uma cadeira confortável que permita um apoio adequado para a coluna e os pés.

Mantenha seu obstetra a par de toda a sua rotina no trabalho e lembre-se que o importante é manter um clima amigável com a equipe e fazer com que todos abracem sua gravidez com alegria e bom-humor.

Dicas do especialista

Separamos algumas dicas do médico ginecologista, obstetra e doutor em Medicina pela Universidade Federal de São Paulo, Wladimir Taborda, para reduzir os efeitos da gravidez:

1. Tente ficar em um local de trabalho com banheiro pertinho ou sentar-se perto da porta em uma sala de reuniões. Grávidas precisam fazer ir o banheiro com mais frequência.

2. Alguns lanches saudáveis como frutas desidratadas ou barras de cereais é sempre bom ter por perto.

3. Sabe aquelas enjoos frequentes ou indisposições? Mantenha sempre um kit de emergência junto de você com os medicamentos certos para não ser pega de surpresa.

4. Planeje quando parar de trabalhar. Discuta com a equipe sobre o melhor momento para não prejudicar o trabalho de ninguém.

5. Se possível, comunique-se por e-mail uma vez por mês para saber como estão os resultados do trabalho. Mantenha-se atualizada com a realidade da sua empresa.

Fonte: Tempo de Mulher

Comente

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s