Início do ano requer um bom planejamento

Ano-novo: é hora de sonhos, ideias e muita força de vontade. Junto de todas essas coisas boas, vem a dúvida: como colocar tantos planos em prática? Como conseguir definir o que é prioridade, o que queremos nessa nova etapa?

Uma boa dica é fazer um planejamento detalhado, abrangendo metas para a vida profissional e para a vida pessoal. Você pode fazer uma listinha, mesmo, ou montar tudo em uma planilha no computador. Anote quais são seus objetivos e que tipo de “investimento” você terá que fazer para que o seu desejo se torne uma conquista.

Planejamento financeiro

De acordo com o consultor financeiro Rogério Nakata, de Jacareí (SP), fazer um planejamento sobre os gastos que você já prevê para este ano é muito importante. “É sempre bom as pessoas começarem tendo consciência dos gastos que chegam junto do ano-novo: IPVA, IPTU, escola das crianças, material escolar e daí por diante.” Assim, você pode ir poupando antes, para poder pagar essas continhas com sossego e sem apertos no fim do mês.

Rogério sugere ainda que você prepare uma lista com “eventos” que acontecem no decorrer do ano e que você vai precisar comprar um presentinho: dia das mães, pais e crianças, aniversários dos familiares etc. Depois de separadas as datas, você pode fazer um cálculo aproximado de quanto vai gastar e ir juntando esses valores durante o ano.

Para aquelas que pretendem adquirir um carro ou imóvel, o conselho do consultor é poupar bastante. “Para esse tipo de bem, às vezes é melhor aguardar mais um pouco. As taxas de juros ainda são muito altas, então vale a pena guardar o dinheiro e segurar um pouco a compra. Assim, você pode dar uma boa entrada ou até pagar à vista.”

Dentro desse seu planejamento financeiro para o ano que começa não pode faltar o item: poupar. “O investimento tem que ser considerado como se fosse uma conta para pagar, assim como você paga aluguel, contas de água, luz, escola etc. Só dessa foram conseguimos guardar dinheiro. Se encararmos o investimento como o que ‘sobra’ do salário, não juntamos. Tudo aquilo que é sobra, acabamos jogando fora”, explica Rogério.

Colocando todos os valores na ponta do lápis, fica muito mais simples de se organizar financeiramente. Assim, você evita o endividamento desenfreado e consegue conquistar os seus sonhos, na velocidade que as suas condições financeiras permitirem.

Planejamento profissional

O andamento da sua vida profissional anda de mãos dadas com o fator financeiro. Afinal de contas, um depende do outro, não é? Portanto, esse tipo de planejamento é muito importante. Você precisa iniciar o ano sabendo o que espera da sua vida profissional e como esses objetivos podem ser alcançados.

“O primeiro passo é saber o que se pretende conquistar, aonde se quer chegar e, em seguida, traçar uma meta clara e específica, com algo que seja relevante em sua vida”, explica a consultora de carreira Sandra Cruz, de São Paulo. “A maioria das pessoas se deixa levar por circunstâncias diversas e não protagoniza sua própria carreira e trajetória profissional. O conceito de planejamento, em si, ainda é pouco disseminado em nossa cultura.”

Para colocar esse plano em prática, é muito simples. Basta você realmente criar uma listinha, escrever quais são os seus objetivos e o que fazer para conquistá-los. “Uma forma de ter um planejamento profissional eficaz é dividir sua meta em etapas que possam servir de ‘sinalizadores’. A partir daí, você vai observar se os resultados estão sendo atingidos”, indica. “Cada etapa deve ser composta de ações concretas, objetivas, que te alavanquem ao próximo passo. Outro fator muito importante é o estabelecimento de prazos realistas e coerentes para cada uma das submetas a serem realizadas.”

Para que essas metas não caiam no esquecimento, a consultora aconselha o uso de uma agenda. Anote tudo e realmente corra atrás para que dê certo. “O importante é que ela não fique somente na sua cabeça, no campo dos pensamentos. Caso contrário, deixa de ser meta/plano e permanece apenas na subjetividade do mundo dos sonhos.”

O importante é ter em mente que planos e metas não são simples de ser conquistados, mas as recompensas que proporcionam são muito maiores do que qualquer sacrifício. Sonhar é preciso e alimenta a alma, mas colocar esses desejos em prática é muito melhor. Você fica mais feliz e transmite essa felicidade para todos os amigos que te cercam. Afinal de contas, o que seria da vida sem os objetivos a serem alcançados?

(Texto de: Portal Viva Cada Toque)

 

Comente

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s